Projeto é aprovado na sessão de Jurupema

A Câmara Municipal de Taquaritinga fechou na segunda-feira, 5 de novembro, o ciclo de sessões itinerantes nos distritos. Dos três projetos de lei colocados em votação, apenas um foi aprovado: o que autoriza a Prefeitura a abrir um crédito adicional de R$ 100 mil para reforma do Centro de Integração Social do Jardim São Sebastião, o antigo Clube Recreativo Dr. Adail Nunes da Silva – que não gestão passada havia sido transformado em velório.

A doação de área à Madeireira Micalli sofreu novo pedido de vista, desta vez do vereador Juninho Previdelli. A matéria já fora alvo de vista do vereador Valcir Zacarias, no dia 1.º de outubro. A área possui 630,92 m2, situada no prolongamento da Avenida Dr. Aníbal do Prado e Silva Filho, no Núcleo de Desenvolvimento Integrado Romeu Marsico. O objetivo é regularizar a doação à empresa.

O outro projeto que teve pedido de vista, do vereador prof. Caio Porto, foi o que cria o Fundo Especial de Sucumbência, para organizar o pagamento de honorários aos advogados da Prefeitura. A matéria já havia entrado na pauta da sessão de 1.º de outubro, mas teve a tramitação suspensa em razão de um pedido de vista do vereador Juninho Previdelli.

Por fim, o presidente da Câmara, Rodrigo de Pietro, colocou em votação o parecer contrário ao projeto de emenda à Lei Orgânica, de iniciativa do Executivo, que assegura o direito de afastamento de até dois servidores eleitos para ocupar cargo de direção ou representação sindical e do presidente, enquanto durar o mandato.

O parecer da Comissão de Constituição e Justiça se baseou em previsão do Regimento Interno, que proíbe a votação, no mesmo ano, de projeto com idêntico teor de outro que tenha sido rejeitado. Proposta no mesmo sentido, de autoria dos vereadores Rodrigo de Pietro, Cido Bolivar, Tonhão da Borracharia, Prof. Caio Porto e Wadinho Peretti, foi rejeitada por 8 votos a 5 na sessão de 7 de maio deste ano.

Os vereadores também apresentaram indicações e requerimentos, alguns deles relacionados ao distrito que estava sendo visitado. Além da sessão de Jurupema, a Câmara Itinerante passou pelos distritos de Guariroba (3 de setembro) e Vila Negri (1.º de outubro).

A reunião foi realizada na barraca de festas da Igreja de Jurupema, com a presença de cerca de 30 moradores. Três deles fizeram uso da tribuna livre: sra. Andréa Taís dos Santos, que pediu a reativação das atividades do Clube Recreativo de Jurupema e a instalação de uma academia ao ar livre; sra. Iraci Mestrinero, que solicitou a instalação de um bico de luz na Rua Adolfo Gardezani; e sr. Odnei Antonio Rossi, que falou sobre os vários furtos ocorridos no cemitério do distrito, que ainda se encontra com trechos de muro caídos.