Ministério prevê cinco vagas para Taquaritinga substituir cubanos do Mais Médicos

Os cinco médicos cubanos que atendiam em Taquaritinga, pelo programa Mais Médicos, encerraram suas atividades na terça-feira (20) e se preparam para voltar ao país de origem, após a decisão do governo da ilha caribenha de se desligar do projeto.Duas das profissionais, Nidia Martínez Diaz e Yamilet Lopez Borges, estavam de férias. Elas trabalhavam na Unidade Básica Akio Nakachima, do Jardim São Sebastião, juntamente com Amaury Barbaro Cuba Sanches.
O casal Yoanny Berriel Muñoz e Maité Caridad Castellanos Tadeo atuava na Unidade Névio Ozzetti, no Jardim Martinelli.
Nídia, Yamilet e Amaury trabalhavam em Taquaritinga desde o início do programa, há cinco anos. Também passaram por aqui Anaiku Olivero Soler e Barbara Digna Lazo Robles.
Segundo Ângela Milhossi Martins, secretária municipal da Saúde, os médicos foram orientados pela embaixada cubana a deixar o trabalho na terça, de modo a organizar o processo de retorno ao país caribenho.
Cerca de 8.300 médicos cubanos deixarão o país, de forma gradual, até o dia 12 de dezembro.
A professora Mirian Ponzio conversou com o casal de médicos Maitê e Yoanny. “Eles enalteceram a receptividade da maioria da população taquaritinguense e afirmaram que deixam a cidade tristes, mas com a sensação de dever cumprido”, disse.
A Secretaria Municipal da Saúde irá aguardar a contratação de substitutos pelo Ministério da Saúde. “Os médicos prestaram um ótimo trabalho e, a

gora, vamos esperar pela vinda de novos profissionais, que, segundo o edital do governo federal, deve acontecer no início do mês de dezembro”, disse Ângela.
A secretária acredita que não haverá problemas para a substituição dos médicos, pois hoje há muitos recém-formados interessados em trabalhar, sobretudo na nossa região, atraídos pelo salário, em torno de R$ 11 mil.
O governo federal publi

cou na terça o edital com cinco vagas para Taquaritinga para substituição dos profissionais cubanos. Na região, foram abertas 22 vagas.
Do total de oportunidades na região, 17 são de para Matão, quatro para Dobrada e uma para Cândido Rodrigues. Os dados estão no Diário Oficial da União.
Na sessão da Câmara de segunda-feira (19), os vereadores Mirão Basso e Marcos Bonilla aprovaram moções de aplauso para os cinco médicos que estavam trabalhando na cidade ultimamente.

Renovação – O novo edital do Programa Mais Médicos informa que as inscrições de profissionais brasileiros e estrangeiros que tenham registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) começaram na quarta-feira (21)
O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, também informou que caso as vagas disponíveis não sejam preenchidas elas serão oferecidas, por meio de um novo edital a ser lançado na terça-feira (27), a médicos brasileiros e estrangeiros que não possuem registro no CRM e nem foram aprovados no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida).